Blog Seupersonaltrainer.com.br Site Seupersonaltrainer.com.br

sexta-feira, 30 de março de 2012

Chocolate e exercícios mantêm pessoa mais magra, diz estudo

Pessoas saudáveis que praticam exercícios físicos e comem chocolate regularmente tendem a ter menor índice de massa corporal (IMC) do que as pessoas que comem chocolate com menos frequência, revelou nesta segunda-feira (26) uma pesquisa realizada nos Estados Unidos.

O estudo, feito com uma população de mais de 1.000 adultos e publicado na revista Archives of Internal Medicine, reforça a ideia de que o chocolate faz bem para o coração, apesar do alto conteúdo calórico e de açúcar.

Os participantes do estudo, com idades entre os 20 e os 85 anos, disseram comer chocolate duas vezes por semana e fazer exercícios 3,6 vezes por semana, em média. A idade média dos participantes foi de 57 anos.

Aqueles que disseram comer chocolate com mais frequência do que o normal tendiam a ter menor proporção entre peso e altura, um cálculo feito tomando o peso de uma pessoa e dividindo-o pela altura multiplicada por dois. Um IMC normal varia entre 18,5 e 24,9.

"Os adultos que consumiam chocolate com mais frequência tinham um IMC mais baixo do que aqueles que consumiam chocolate com menos frequência", destacou o estudo chefiado por Beatrice Golomb e seus colegas da Universidade da Califórnia em San Diego.

"Nossas descobertas de que a maior frequência de ingestão de chocolate está vinculada a um IMC menor são intrigantes", acrescentou, ressaltando que é necessária uma pesquisa mais detalhada e talvez um teste clínico aleatório dos benefícios metabólicos do chocolate.

Embora o estudo não estabeleça um limite razoável ou benéfico para o consumo de chocolate, especialistas recomendam moderação.

"Antes de começar a comer uma barra de chocolate por dia para não ter que ir ao médico, lembre-se que uma barra de chocolate pode conter mais de 200 calorias que, na maioria, provêm de gorduras saturadas e açúcar", afirmou Nancy Copperman, diretora de iniciativas de saúde pública do Sistema de Saúde Judaico de North Shore-Long Island, em Nova York.

"Considere a possibilidade de limitar suas doses diárias de chocolate a 28 gramas ou adicione cacau em pó, que é muito pobre em gordura, à sua dieta uma vez ao dia", sugeriu Copperman, que não participou do estudo.

Os benefícios do chocolate advêm dos polifenóis antioxidantes que melhoram a pressão arterial e ajudam a reduzir os níveis de colesterol e glicemia (açúcar no sangue).

Outros estudos chegaram a relacionar o consumo de chocolate a uma redução do risco de morte por ataque cardíaco.

A curiosa capacidade do chocolate de melhorar a saúde do coração é geralmente considerada no contexto de um estilo de vida que inclui a prática de exercícios e uma dieta balanceada, segundo Suzanne Steinbaum, do Hospital Lenox Hill em Nova York, outra especialista que tampouco participou do estudo.

"Vimos em várias pesquisas os benefícios do chocolate e mais uma vez vemos que, como parte de um estilo de vida saudável, em geral o chocolate não contribui para aumentar o peso, mas de fato, pode ajudar a controlá-lo", disse.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Facebook SeuPersonal Twitter SeuPersonal RSS SeuPersonal Mundo Corrida