Blog Seupersonaltrainer.com.br Site Seupersonaltrainer.com.br

sábado, 3 de março de 2012

Exercícios aeróbicos fazem bem ao cérebro

Prática regular de exercícios aeróbicos beneficia o corpo e o cérebro

A prática de exercícios de alta intensidade pode fazer muito mais do que deixar o corpo em forma.

Uma nova pesquisa revela que a prática de atividade aeróbicas em longo prazo pode também estimular o funcionamento cerebral. As conclusões foram apresentadas no encontro anual da Sociedade Americana de Medicina Esportiva, que ocorre esta semana em Denver.

No estudo, a equipe liderada por Benjamin Tseng, pesquisador do Laboratório Cerebrovascular do Instituto de Medicina do Exercício e do Ambiente do Hospital Presbiteriano do Texas (IEEM), comparou a estrutura e o funcionamento cerebral de 10 atletas com o de 10 pessoas sedentárias.

Os tipos de função cerebral observados incluiram controle muscular e a função executiva (processo cognitivo responsável pelo planejamento e pela execução de atividades, incluindo iniciação de tarefas, memória de trabalho, atenção sustentada e inibição de impulsos), além de outras funções cerebrais.

"Sabemos que a estrutura cerebral e alguns aspectos do funcionamento cognitivo deterioram com a idade, mais ainda não conseguimos descobrir quais são exatamente os fatores e mecanismos que contribuem para isso", disse Tseng em um boletim do hospital.

"Nossos resultados preliminares elucidam este importante tópico, por isso esperamos que as descobertas levem à melhor prevenção e tratamento de Alzheimer e de outras formas de demência".

Participaram do estudo 10 atletas master, com idade média de 73 anos, que tiveram pelo menos 15 anos de treinamento aeróbico para competição, e 10 pessoas sedentárias da mesma faixa etária e nível acadêmico. Os pesquisadores constataram que a massa branca do cérebro se encontrava em melhor estado de preservação entre os atletas.

No cérebro humano, a massa branca desempenha um papel crucial na transmissão de mensagens entre as diferentes regiões da massa cinzenta – áreas onde ocorrem funções como visão, audição, fala, memória e emoções. Então, sem massa branca suficiente, a massa cinzenta não pode realizar seu trabalho, como acontece no caso de muitas pessoas que sofrem de diversos tipos de demência, explicaram os autores do estudo.

"Sem o funcionamento adequado da massa branca, o indivíduo pode começar a apresentar sinais de problemas neurológicos. Ele pode perder a habilidade de realizar tarefas quotidianas simples que costumamos não valorizar", disse Benjamin Levine, diretor do IEEM, professor de medicina e cardiologia e eminente professor de ciência do exercício do UT Southwestern Medical Center.

Os pesquisadores concluíram que o estudo elucida alguns dos mistérios do envelhecimento cerebral, como a relação entre a circulação sanguínea no cérebro e sua a estrutura e funcionamento deste órgão.

Levine diz: "O estudo também revela que a pratica de exercícios aeróbicos em longo prazo tem um impacto definitivo e mensurável sobre a saúde cerebral. E o que é ainda mais importante, ele nos permite saber que dispomos de ferramentas que podem nos ajudar a lutar contra a demência e outros sinais clássicos do envelhecimento por meio de um programa de exercícios consistente e intencional".

Como ainda não foi publicado em um periódico científico, revisado por profissionais da área, o estudo ainda é considerado preliminar.

Fonte: IG

Nenhum comentário:

Facebook SeuPersonal Twitter SeuPersonal RSS SeuPersonal Mundo Corrida