Blog Seupersonaltrainer.com.br Site Seupersonaltrainer.com.br

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Estudiosos britânicos já consideram o sedentarismo uma pandemia

O ser humano tem tendência à inércia e, com as facilidades do mundo atual como carro, controle remoto, computador, smartphones, a verdade é que as pessoas se mexem cada vez menos.

Ninguém duvida que o sedentarismo traz prejuízos para a saúde, e isso a curto, médio e longo prazo. Pesquisas surgem a todo o momento a comprovar o fato. A mais recente, publicada na revista médica britânica Lancet, estima que a falta de exercício tem causado tantas mortes quanto o tabagismo.

Os estudiosos dizem que o problema é tão grave que deveria ser tratado com uma pandemia. Também, não é para menos: a inércia é responsável por uma em cada dez mortes por doenças como problemas cardíacos, diabetes e câncer de mama ou câncer do reto. E mais: estima-se que um terço dos adultos não se mexa o suficiente, o que resulta na morte de 5,3 milhões de indivíduos por ano em todo o mundo.

Moisés Cohen, chefe do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp e diretor do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Desporto), concorda com a gravidade da questão. Apesar de todo o estímulo à prática da atividade física e da divulgação constante das sequelas que a falta de exercício traz, vemos que o sedentarismo chegou a níveis epidémicos na população mundial. Não diria que é uma pandemia, mas sem dúvida podemos arriscar falar em epidemia.

Segundo o médico, temos que combater o sedentarismo por uma questão de saúde, e não apenas estética. A pessoa que não se movimenta acaba sujeita a lesões de toda a ordem: no sistema locomotor, atingindo músculos, ossos e cartilagens; na parte clínica, provocando doenças cardiovasculares, diabetes, colesterol elevado e outros distúrbios. Hoje, levando em conta a longevidade da população, precisamos de pensar em como queremos chegar aos 80, 90 anos. Para ter qualidade de vida nesta faixa etária, é imprescindível investir agora em atividade física, e de forma completa: fazendo modalidades aeróbias e anaeróbias, para beneficiar o corpo como um todo.

Fonte: Diário Digital

Nenhum comentário:

Facebook SeuPersonal Twitter SeuPersonal RSS SeuPersonal Mundo Corrida