Blog Seupersonaltrainer.com.br Site Seupersonaltrainer.com.br

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

SUPLEMENTO DO MÊS: Caseína

A caseína é uma proteína de alta qualidade utilizada em suplementos de proteína e produtos em pó que substituem as refeições. Embora não seja tão conhecida quanto a proteína do soro do leite (whey protein), a caseína é uma ótima fonte de aminoácidos que nosso corpo precisa para combater a perda de massa muscular e ajudar na formação de novos músculos. 
O leite é constituído por duas principais proteínas: caseína e o soro do leite. A caseína representa 80% do leite enquanto o soro do leite representa 20%. Nos últimos anos, os estudos mostraram que ambas as proteínas têm diferentes taxas de absorção no corpo. A proteína do soro do leite digere-se rapidamente, atingindo o pico de absorção no sangue em cerca de 90 minutos, e em seguida, diminui rapidamente. Em contraste, a caseína coagula no estômago, o que conduz a uma liberação prolongada de aminoácidos com duração de até sete horas. 

A caseína é responsável pelo branco opaco de leite, uma vez que é a combinação de cálcio e fósforo, como aglomerados de moléculas de caseína, chamados de micelas. Caseína, como uma consequência, é muitas vezes referida como uma fosfoproteína. Dentro delas estão todos os aminoácidos essenciais para a vida, de modo a caseína possui um perfil completo. Assim, a caseína é considerada uma proteína de alto valor nutritivo. 

Com uma incrível proporção de 20,5% de glutamina, a caseína se mostra tão boa quanto outras fontes mais conhecidas de proteína – como a soja e a proteína do ovo (albumina). 

A proteína caseína é também usada para fazer produtos lácteos, em particular manteiga e queijos. Quando aquecidas ou processadas, a caseína engrossa e forma aglomerados que se separam da proteína de soro de leite na maior parte do líquido. Esses aglomerados são os principais ingredientes em bebidas de nutrição para adultos. A caseína permite que os fabricantes de bebidas incluam uma boa quantidade de proteínas em produtos que podem permanecer estável nas prateleiras dos supermercados, mantendo uma boa textura. O sabor da caseína é bastante brando o que a torna ideal como base para essas bebidas com uma variedade de sabores agregados. Outros fabricantes de alimentos e bebidas utilizam a caseína para melhorar a textura dos alimentos. 

Caseína e atividades físicas 

A caseína é uma fonte de proteína de digestão lenta e rica que continua a alimentar os músculos muito tempo depois das proteínas do soro do leite serem absorvidas. Por ser de lenta digestão, a caseína libera proteínas e aminoácidos lentamente, o que impede o catabolismo muscular durante um longo período de até 7 horas. 

A caseína é melhor utilizada se consumida juntamente com a proteína do soro do leite. Segundo autores das pesquisas, utilizadas em conjunto, são ideais para serem consumidas nos pós-treino, pois a proteína do soro do leite estimula a síntese de proteínas por sua alta digestibilidade, consequentemente, concentra picos de insulina e aminoácidos, incluindo uma elevada proporção de leucina na sua composição. Já a caseína fornece aminoácidos por um período de tempo prolongado, preenchendo dessa forma a necessidade de aminoácidos para a síntese proteica. 

Dessa forma o consumo combinado da proteína do soro do leite com a caseína é muito benéfico na medida em que a absorção e a bio-disponibilidade de cada um deles ocorre em momentos distintos, o que faz com que essas fontes de proteína atuem de forma complementar. 

A caseína também é uma ótima fonte de arginina, também conhecido como o aminoácido percursor da liberação natural do hormônio do crescimento (HGH). Por possuir uma das taxas dos aminoácidos tirosina para triptofano mais elevadas (quase 5 para 1), estudos ressaltam seu poder estimulante e inibidor de apetite após sua ingestão. Isso ocorre porque a tirosina é considerada o aminoácido da “animação”, que aumenta os níveis de sinais químicos estimulantes no cérebro e, portanto, gera uma sensação de satisfação geral e plenitude. 

Contraindicações e efeitos colaterais 

Algumas pessoas com autismo e síndrome de Asperger são sensíveis a caseína e ao glúten. Por ser proveniente do leite, pode causar reações adversas naqueles com intolerância à lactose. O excesso pode causar náuseas, diarreias e vômitos. 

Fonte: http://www.livestrong.com/article/410835-what-is-casein-protein/#ixzz27lWLGP4R

Nenhum comentário:

Facebook SeuPersonal Twitter SeuPersonal RSS SeuPersonal Mundo Corrida